A CARREGAR

Type to search

Livro Cultura e Utilização de Plantas Aromáticas e Medicinais

A Fundação Calouste Gulbenkian disponibilizou no portal NaturFun a 2ª edição do livro “Cultura e Utilização das Plantas Medicinais e Aromáticas” https://www.naturfun.pt/index.php?route=product/product&product_id=832 de autoria do Professor António Proença da Cunha e das Investigadoras Odete Rodrigues Roque e Natália Gaspar; com desconto, portes de envio gratuitos para endereços em Portugal, e implicando uma contribuição da Naturlink para a Associação CAIS por cada livro encomendado por esta via.

Trata-se de um manual de referência sobre as plantas medicinais e aromáticas, as quais têm uma procura crescente e podem proporcionar oportunidades de maior rendimento aos agricultores comparativamente a culturas mais tradicionais. Este livro inclui 3 capítulos iniciais genéricos – sobre a problemática da qualidade nas plantas aromáticas e medicinais, sobre os constituintes activos destas plantas e as suas principais propriedades e sobre a fitotecnia das PAM – seguidos de monografias das principais espécies a considerar para o nosso País, onde são apresentadas para cada uma as suas características botânicas e ecológicas, partes das plantas a comercializar, parâmetros de qualidade e utilização, seu cultivo, rotação de culturas, pragas e doenças mais comuns, colheita, secagem e armazenamento.

CulturaPlantasMedicinaisAromaticas1_500x500-500x500

Os interessados poderão aceder a informação adicional e adquirir este livro através do portal eco social NaturFun  aqui:
https://www.naturfun.pt/index.php?route=product/product&product_id=832

A REDACÇÃO do Portal do Jardim.com, conjuntamente com todos os seus contribuidores, prepara artigos e notícias do seu interesse, mantendo-o ao corrente do que se passa sobre o Jardim, em Portugal e no Mundo.

Tags:

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo