A CARREGAR

Type to search

 

Como preparar uma espargueira em sua casa

 

Características

 

O espargo (Asparagus officinalis L.) é uma planta vivaz rizomatosa que produz rebentos carnudos e comestíveis, denominados turiões, usualmente durante 7 a 8 anos. Existem espargos brancos, verdes, violetas e violetas/verdes, sendo os dois primeiros os mais comuns, e que podem ser utilizados em fresco, congelados ou em conserva. É uma hortaliça rica em fibra, ácido fólico, vitamina C e potássio e pobre em calorias, não contendo gordura nem colesterol. A textura dos espargos é definida com base no seu teor de fibras, sendo um espargo demasiado fibroso pouco apreciado pelo consumidor.

 

Existem plantas femininas e plantas masculinas. As primeiras podem espigar e dar semente, o que é contraproducente, já que não se pode aproveitar o turião e as jovens plantas que provêm de semente não têm interesse hortícola. Se possível deve adquirir plantas híbridas e masculinas. Terá mais sucesso se plantar coroas (conjunto de raízes e rizoma – daqui saem os rebentos ou turiões) com 1 ano de idade em vez de experimentar semear ou transplantar plântulas com 10 a 12 semanas.

 

Escolha do local, plantação e produção

 

Seleccione um local onde nunca tenha plantado espargos para reduzir a possibilidade de contaminação por fungos do solo, em especial Fusarium, que enfraquece e mata a planta, e para evitar a existência de substâncias libertadas pelos espargos velhos (alelopáticas) que dificultam o crescimento das novas plantas. Aguarde pelo menos quatro anos antes de efectuar uma replantação. O terreno deve estar limpo de infestantes (ervas daninhas) sob pena de estas sufocarem os espargos.

 

Estrume com antecedência, adube e faça um camalhão abaixo do nível do solo (abra um buraco com 20 cm de profundidade e alteie 5 cm o seu interior – a vala adquire a forma de um W). Coloque as coroas na vala espaçadas entre si 20 a 30 cm e afaste as valas 1,5 m. Cubra as coroas com 5 cm de terra.

 

O espargo deve ser instalado em solos profundos, bem drenados, com boa percentagem de areia. O pH do solo deve situar-se entre 6,2 e 6,7. Os nutrientes fósforo (P) e potássio (K) têm de ser incorporados no solo antes da plantação, pois de outro modo, como são pouco móveis não irão chegar às raízes para serem absorvidos. Deve-se também aplicar azoto (N) na forma amoniacal e nítrica. Num solo que não foi analisado pode aplicar cerca de 200 g do adubo 5-10-10 (N-P-K) por m2 de vala ou um 10-52-17. Em cada Primavera (Março), e antes da emissão dos turiões, deve adubar a planta com azoto e outros nutrientes (se necessário use novamente um 5-10-10) e não se esqueça de adubar após a colheita (Maio/Junho) para a planta repor as reservas que foram consumidas.

 

O espargo necessita de um período de repouso vegetativo (90 dias) para produzir com sucesso os turiões. Nas condições de Portugal esse repouso ocorre durante o Inverno. Na Primavera a emissão de turiões dá-se com temperaturas ao redor dos 12 ºC. Neste período se a temperatura for muito baixa ocorre queima ou descoloração dos espargos (verdes). Pelo contrário, se a temperatura rondar os 25 ºC, aliada a seca, aumenta o número de turiões espigados. Durante o desenvolvimento vegetativo a temperatura deverá situar-se entre os 18 ºC e os 25ºC.

 

É de evitar o excesso de água durante todo o ano para não ocorrer asfixia das raízes. Durante a colheita deve-se fornecer apenas a água necessária à formação dos turiões (o solo deve manter-se húmido). No Verão é necessário regar pois a planta está activa e está a armazenar nutrientes.

 

Proteja as plantas dos insectos (afídeos, lagartas, moscas), das doenças (ferrugem, fusariose, podridões) e das infestantes mais comuns, consultando um especialista.

 

Colheita e conservação

 

Não colha rebentos no ano da plantação (1º) e no ano seguinte (2º) pode colher durante 2 ou 3 semanas (um máximo de 8 turiões por planta). Um excesso de colheita enfraquece a planta! A partir do terceiro ano a colheita estende-se por 6 a 8 semanas. Na Primavera escolha os turiões jovens, grossos, pouco fibrosos (doutro modo tornam-se amargos), que têm cerca de 20-25 cm e corte-os pela base com a ajuda de uma faca ou navalha. Os espargos devem ser direitos, firmes, tenros e apresentar brilho.

 

Após a colheita lave e arrefeça os espargos rapidamente. Os espargos devem ser conservados no frio a temperatura entre 0 ºC e 2 ºC e com a base embrulhada em papel humedecido em água. Se os espargos murcharem ligeiramente pode voltar a dar-lhes turgidez mergulhando-os em água fria.

 

Para comercialização de espargos apresentados ao consumidor no estado fresco deve-se consultar as normas de qualidade dadas pelo Regulamento (CE) N.º 2377/1999 (Jornal Oficial L 287 de 10.11.1999, p. 6-11), alterado pelo Regulamento (CE) Nº 46/2003 (JO L 7 11.1.2003, p.61) e pelo Regulamento (CE) Nº 907/2004 (JO L 163 30.4.2004, p.50).

 

Referências

https://www.dalmeida.com/poscolheita/produtos/espargos.htm – Alfredo A. C. Aires (2000). Espargos frescos – Aspectos da sua fisiologia de pós-colheita.

https://ohioline.osu.edu/b826/b826_3.html – Asparagus Production Management and Marketing, Ohio State University Extension, Horticulture and Crop Sciences, Bulletin 826

https://www.ces.ncsu.edu/depts/hort/hil/hil-2-a.html – Douglas C. Sanders (2001). Commercial Asparagus Production. Horticulture Information Leaflets, North Carolina State University.

https://www.ces.ncsu.edu/depts/hort/hil/hil-8002.html – Douglas C. Sanders (2001). Home Garden Asparagus Production. Horticulture Information Leaflets, North Carolina State University.

DIOGO RICOU é o responsável técnico da empresa Monteiro & Ricou, lda. Licenciado em Engenharia Agrícola pela Universidade dos Açores. Desde sempre que esteve ligado a esta área.

É formador nas áreas da jardinagem, nomeadamente planeamento de jardins e dá aulas ao curso CEF jardinagem no ensino público.

A monteiro & Ricou presta serviços de consultadoria, gestão de obras, construção de jardins, implantação e projecto de sistemas de rega, instalação de jardins verticais, agricultura, paisagismo.

www.monteiroricou.blogspot.com

Tags:

31 Comments

  1. António C. Magalhães 27 de Junho de 2010

    Por curiosidade semeei espargos, nasceram bem! Mas muito finos? Que devo fazer? Tenho-os em covetes de esferovite, com cerca de 40 Dias. Estamos em finais de Junho, devo transplanta-los para lugar definitivo? Agradeço que alguem ne ajude a não os estragar; obrigado.

    Responder
  2. Jose Rito 29 de Outubro de 2010

    Gostaria de iniciar a cultura de espargos para consumo, gostaria que me informace se devo começar por fazer uma sementeira para depois efectuar a plantação e tambem uma infomação sobre as épocas e como o devo fazer.
    Por agora é tudo;

    Com os meus agradecimentos,

    Responder
  3. Carmen 28 de Janeiro de 2011

    gostaria de plantar espargueiros, já fiz com sementes mas não resultou e cá na madeira não conheço ninguem que os tenha e pela net já andei a ver mas não consigo. gostaria de saber onde posso adquirir as coroas através da net.

    Obrigada desde já

    Responder
  4. mario inacio 11 de Outubro de 2011

    mto obrigado pela possibilidade que me é dada, e sendo assim, gostaria de saber o seguinte: como devo e quando podar o espargueiro? plantei as coroas este ano, tendo agora um metro e tal de altura, uns espigados e com flor e não sei, se devo podá-los ou não? quem me poderá esclarecer! agradecia imenso.

    Responder
  5. ANTÓNIO CERA PRATAS 30 de Abril de 2012

    Bom dia e bom trabalho.
    Comi espargos e gostei muito e, então, perguntei numa loja se havia sementes e comprei. Só depois é que percebi que não é assim tão simples e lembrou-me do adágio popular “quem te manda a ti sapateiro tocar rabecão.” Agradeço que alguém me informe sobre a sementeira, como fazer a transplantação e quando e como escolher as plantas híbridas e masculinas já que as femininas não interessam. Agradeço também info onde comprar as coroas e quantas para uma família de 4 pessoas. Cumprimentos

    Responder
  6. Tenho um bom quintal com canteiros e gostava de cultivar espargos, dos brancos masculinos,gostaria de adquirir as coroas para plantar e adquirir um livro que me ilucida-se sobre os cuidados e modos de cultura. Pergunto se podem fazer o favor de me indicar onde comprar as coroas para plantar e um livro de formação.
    Muito obrigados pela atenção.Cumprimentos.

    Responder
  7. maria da graça 30 de Agosto de 2012

    Bom dia. Gostaria de saber como adquirir as coroas para a plantação de espargos, ja tentei varias vezes com sementes, e nao consegui. Aguardo vossa informaçao. Os meus agradecimentos

    Responder
  8. jorge freitas 13 de Setembro de 2012

    boa tarde
    onde posso comprar as coroas e qual a altura ideal para as plantar?
    obrigado

    Responder
  9. João Primo 11 de Fevereiro de 2013

    Boa noite
    Onde posso comprar coroas de espargos, prontos a começar a produzir.
    A título de curiosidade, uma coroa, quantos espargos dá.

    Responder
  10. Cesario Costa 19 de Fevereiro de 2013

    Tenho intenção de fazer uma pequena plantação de espargos para consumo próprio. Não sei onde comprar as 15 coroas que pretendo. Onde as poderei adquirir ?
    Obrigado

    Responder
  11. ana pires 17 de Março de 2013

    Onde se podem adquirir as coroas dos espargos?
    Obrigada

    Responder
  12. ana pires 18 de Março de 2013

    Por uma questão de me orientar, gostava de saber se alguém chega a dar resposta às questões que colocamos.
    Obrigada

    Responder
  13. Ana Maria 11 de Abril de 2013

    Boa tarde;

    Vou repetir a pergunta que já tem vindo a ser feita, mas não encontro resposta para:
    Onde posso adquirir as plantas para transplantar?
    E as sementes em que época devem ser colocadas na terra?
    Desde já agradecia uma resposta para o meu mail
    Grata
    Cumprimentos

    Responder
  14. Agostinho Monteiro 16 de Abril de 2013

    Indicar onde posso adquirir ou comprar coroas de espargos para plantação e um livro de formação.
    Obrigado

    Responder
  15. irene constantino 20 de Abril de 2013

    Onde se podem adquirir as coroas dos espargos? Moro em Santarém. Há algum horto perto onde possam vender esse produto?

    Responder
  16. Suzette 10 de Maio de 2013

    Gostaria de saber onde posso comprar espargueiras para ainda poder plantar .obrigada

    Responder
  17. joão coelho 13 de Junho de 2013

    as minhas dúvidas são as mesmas de quase todos.Comprei sementes de espargos. fiz um criador em maio.já começaram a nascer. Não sei como planta-los definitivamente, pois quem me vendeu as sementes disse-me que aos 4 meses é que os mudava definitivamente, mas não me explicou como.alguem me pode dar uma dica?
    OBRIGADO

    Responder
  18. José Rafael Rodrigues 4 de Abril de 2014

    Bom dia , para todos aqueles que querem e devem plantar Espargos no seu Quintal , eu vou falar por conhecimento de causa , ainda hoje demanhã cortei no quintal e ja comi ao almoço , uma delicia . eu comprei ´há nove anos duas dúzias de pés enxertos de qualidade Lima ebrideF1 , em França e plantei na região de FAFE fraguesia do Monte exatamente .
    ao segundo ano comecei a colher e todos os anos de março a fim de maio . é verdade que tem astúcias na plantação e na manutenção .

    Responder
  19. Adelaide Oliveira 24 de Abril de 2014

    Eu comprei coroas de espargos na feira em Tuy, e resultou, pena foi ter comprado só para experimentar. Estou a pensar ir comprar mais.

    Responder
  20. Manuel E. Antunes 9 de Novembro de 2014

    Queria saber se fornecem espargos para plantar, época de plantação e fornecimento de plantas

    Manuel E. antuneds

    Responder
  21. antonio garcia 14 de Novembro de 2014

    Estranho haver tantas perguntas relevante e todas sem respostas!

    Responder
  22. Antonio Carlos 30 de Abril de 2015

    Antes de mais, obrigado pela oportunidade
    Agradeço informação relativamente à época de transplantação de coroas, a partir de espargueira em produção.
    A. Carlos

    Responder
  23. Joaquim Bernardo 13 de Maio de 2015

    Venho por este meio agradecer a oportunidade. A minha pergunta é a seguinte, o asparagus(espargo)é uma planta que pega de estaca? ou será e terá melhores resultados se o plantio se proceder através de raízes? e onde posso adquirir as mesmas? Gostaria que fosse enviado para o meu e-mail as respostas.
    Grato pela atenção.

    J.B

    Responder
  24. Zézé 12 de Junho de 2015

    Curti bué os espargos que se encontram à venda… mas não há nada que chegue aos selvagens que crescem na linha do comboio junto aos canaviais…esses sim têm cá um sabor… sem comparação possível…

    Responder
  25. suzana 20 de Junho de 2015

    pretento iniciar um negocio de plantação de espargos gostaria de saber onde adquirir as coroas e adquirir a fornação necessária para o fazer, obrigado

    Responder
  26. Maria Preciosa 30 de Dezembro de 2015

    Subscrevo alguns dos comentários anteriores, gostaria de saber onde adquirir as coroas de espargos para plantação, de preferência on-line, fora ou dentro do país. Obrigado

    Responder
  27. francisco 27 de Março de 2016

    Tenho varias filas de espargo. mas mandei vir as primeiras garras da suiça. neste momento consigo tirar semente.se alguem quizer esteja a vontade

    Responder
  28. Luisa Mendes 28 de Março de 2016

    A sua oferta é preciosa, é mesmo isto que pretendemos promover no Portal do Jardim. A partilha de conhecimento e não só.

    Responder
  29. Luís Sousa 23 de Setembro de 2016

    Bom dia. A minha pergunta é semelhante a muitas encontradas em comentários anteriores. Gostaria de experimentar a plantação de espargos. Sabem informar-me onde poderei adquirir coroas de espargos na zona do Porto? Obrigado.

    Responder
  30. VALENTINO SUBTIL 22 de Novembro de 2016

    o meu comentário é perguntar onde posso adquirir as coroas de espargos.
    obrigado.

    Responder
  31. alcinda carvalho 11 de Abril de 2017

    Bom dia!
    Comprei sementes de espargos de Argenteuil. Agradecia informação quanto à melhor forma de os semear e transplantar: Em couvetes ou vasos? transplantar com que tempo?
    Isto porque a informação que encontro me parece ser toda relativa a plantação de plantas/coroas compradas.

    Muito obrigada

    Responder

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo