A CARREGAR

Type to search

Casa da Cumeada: Em busca do equilíbrio

“Espaço de Renovação e partilha onde a alimentação Macrobiótica tem um contributo para a felicidade e bem estar, abrir portas a uma grande vida a partir duma necessidade básica, a alimentação”

Foi em Abril a nossa ida à Casa da Cumeada. Escusado será dizer que esta é das alturas mais bonitas para estar e Passear no Alentejo. Esta é uma surpresa boa e improvável, quando pensamos que em plena aldeia do Alentejo a alimentação macrobiótica aqui é rainha
Feito para as pessoas e para todos como diz Teresa Mizon, a alma por detrás deste espaço com um conceito tão alegre, luminoso e positivo. O projeto teve início em 2018 tendo como foco pessoas duma faixa etária acima dos 50 com a componente estadia, alimentação, workshops e terapias.
Segundo nos conta Teresa: “…na realidade tem sido uma surpresa e muitas famílias com crianças têm ficado aqui. Para os mais pequenos o jardim comestível é sempre um desafio e uma descoberta. Muitas vezes estas famílias acabam por voltar.“

A surpresa passa também pela fachada simples que a casa tem e tão comum nas casa do Alentejo e quando entramos todo um mundo se abre. Um limoeiro carregados de flores perfumadas esperava por nós, a oliveira centenária (pelos menos 2 vezes) é o ponto focal e o jardim/horta que estava pleno de iguarias. Algumas pudemos mesmo provar, como as últimas laranjas da horta ou os primeiros morangos do jardim comestível.
A reutilização faz parte do ADN do projeto bem como a economia circular, na aquisição de alguns dos ingredientes junto dos produtores locais, consumir de acordo com o que é da época do ano e sempre biológico são as pedras basilares do que se passa aqui.
Essas iguarias foram servidas ao almoço e pequeno almoço preparados com todo o cuidado e criatividade. Sempre com um cuidado nos detalhes (os “pormaiores” – em contraponto aos pormenores -segundo a nossa anfitriã) quanto à apresentação dos alimentos. Uma flor de coentro na sopa faz toda a diferença ou a flor da laranjeira à sobremesa no topo da taça, a olhar para nós. Enfim o melhor mesmo é ir e provar, nós vamos voltar certamente.

Dar tudo, em tudo o que se faz e constrói.

O nosso Almoço
Chá Receita da Casa Erva Luisa (LúciaLima) e Rooibos
Sopa: Creme de abóbora acarilado e flor de coentro com pasta de orégão
Prato: Burger da Casa de tempeh (soja fermentada) e nozes com molho de coentros e alho francês, batata doce frita, tomatinhos da horta marinados com manjericão e abacate com pesto de azeitona preta.
Sobremesa: Redução de aveia com poejos e erva cidreira sob mousse de cacau, alfarroba e chia, coulis de framboesa e flor de laranjeira no topo.
Pequeno almoço
Salada de fruta com os primeiros morangos da horta e as últimas laranjas
Creme de aveia com pêra aromatizada com cardamomos e um queque de cenoura sem açúcar

Fica aqui uma conversa com a Teresa alma da casa e que vale a pena ouvir.

Teresa Mizon é diplomada em gestão hoteleira pelo American Hotel and Motel Association, foi na adolescência vivida na África do Sul que nasceu a convicção de que Somos o que Comemos e uma paixão pelo Orientalismo. Na Madeira, a par duma carreira na área da produção radiofónica e televisiva estudou várias terapias complementares e cumpriu o sonho de variadas viagens ao Oriente. Ao completar o Curso Curricular de Macrobiótica (3 anos) no Instituto de Macrobiótica de Portugal e a Especialização em Aconselhamento e Comunicação do I. M. P., não hesitou nem um minuto em dedicar-se a tempo inteiro à Macrobiótica.
Promove workshops de culinária, consultas de orientação alimentar e estilo de vida.

Para saber mais sobre este projeto: www.casadacumeada.pt

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo