A CARREGAR

Type to search

Nações Unidas Centralizam Esforços para Plantar 1 Bilião de Árvores

As Nações Unidas, através do seu Programa para o Ambiente (UNEP), lançaram o projecto “Plant for the Planet”. O objectivo?: plantar 1 bilião de árvores em todo o mundo durante o ano de 2007.[img align=right]https://www.portaldojardim.com/artigos/noticias101106/plant_for_planet.gif[/img]

Reconhecendo que existem milhares de programas e projectos espalhados por vários países e instituições o UNEP tentará centralizar todos os esforços. Para isto, criou um site (www.unep.org/billiontreecampaign/) onde cada entidade, seja ela um governo, uma escola ou uma empresa, possa fazer o compromisso de plantar um número de árvores. O UNEP seguirá e relatará o progresso de cada iniciativa.
O site disponibilizará também informações sobre como plantar árvores, encorajando particularmente o uso de espécies locais, adaptadas portanto às condições de cada lugar.

Para saber mais pode visitar www.unep.org/billiontreecampaign/

Clique no link para ver a mensagem de S.A.S. o Príncipe Alberto II do Mónaco, patrono desta iniciativa: [url=https://www.unep.org/billiontreecampaign/informationmaterial/resources/BillionTree_PrinceAlbert.wmv]Video (.wmv)5MB[/url]

Clique no link para ver um documentário a outra patrona desta iniciativa, a Nobel da Paz Wangari Maathai: [url=https://www.unep.org/billiontreecampaign/informationmaterial/resources/BillionTree_RootsOfChange.wmv]Video (.wmv)10MB[/url]

[i]Os links externos são da responsabilidade dos seus respectivos autores/produtores. O Portal do Jardim não assume qualquer tipo de responsabilidade sobre o seu conteúdo.[/i]

A REDACÇÃO do Portal do Jardim.com, conjuntamente com todos os seus contribuidores, prepara artigos e notícias do seu interesse, mantendo-o ao corrente do que se passa sobre o Jardim, em Portugal e no Mundo.

Tags:

Talvez goste deste artigo

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Artigos Relacionados

Ir para o topo