A CARREGAR

Type to search

Os meus Jardins : Parque temático do Arnado

PerfilEsta é uma rubrica que pretende dar a conhecer alguns dos jardins, em Portugal, que me encantam. Estes espaços não vão ser analisados do ponto de vista técnico pois, não sou especialista mas, sim do ponto de vista estético/fotográfico e das sensações que me provocam!

São os meus jardins…

Texto e fotografia: Vasco de Melo Gonçalves

Ponte de Lima é um destino de Jardins por excelência e, nas minhas inúmeras visitas ao Festival Internacional de Jardins, aproveito para conhecer alguns dos espaços verdes da região.

Gosto do Jardim do Arnado pelo seu conceito e pela sua localização. Trata-se de um espaço de contemplação, para se estar e nos deixar levar pelas histórias que encerra. É um espaço bem cuidado na margem direita do rio Lima junto à Ponte Romana, ao Museu do Brinquedo Português e ao edifício do albergue dos Caminhos de Santiago.

DSC_0006

Fotograficamente, o Jardim do Arnado é muito interessante devido à diversidade de cenários que encerra. Diferentes estruturas como, por exemplo, as do Jardim Romano ou as das videiras permitem criar imagens curiosas. Para quem goste de fotografar flores, elas existem em abundância e para todos os gostos. Das camélias às roseiras passando pelos nenúfares. As árvores de grande porte também estão presentes e, consoante a estação do ano, os cenários vão-se alterando. A questão das estações do ano é importante pois, ao longo dos 365 dias, vamos tendo um jardim sempre diferente!

DSC_0035

DSC_0015

No site, desenvolvido pela autarquia de Ponte de Lima, Visit Ponte de Lima / www.visitepontedelima.pt/ temos uma bela descrição do espaço.

O Parque Temático do Arnado é um dos espaços mais emblemáticos de Ponte de Lima e insere-se no Projeto Global de Valorização das Margens do Rio Lima e a sua conceção procura ter uma função cultural e recreativa. A componente cultural chama a atenção do visitante para a evolução histórica da humanização da paisagem.

DSC_0118

DSC_0091

Trata-se de um jardim temático que permita fazer uma viagem pela história da arte dos jardins, cujas raízes estão profundamente ligadas à cultura rural.

Assim, temos diferentes tipos de jardins que pretendem retratar a visão, à época, de como eram concebidos os espaços verdes. A circulação, pelo parque, é feita de uma forma natural e com diversos pontos de estar para contemplação dos diferentes cenários.

DSC_0128

DSC_0062Temos cinco grandes épocas retratados no Parque do Arnado:

– Jardim Romano. O jardim teve sempre um papel muito importante na casa romana. O visitante poderá observar a recriação de um espaço inspirado na célebre Casa dos Repuxos de Conímbriga.

– Jardim Labirinto. O labirinto esteve sempre presente como um símbolo na cultura Ocidental desde a lenda de Knossos na ilha de Creta.

– Jardim Renascença. O Renascimento europeu (séculos XV-XVI) nasce em Itália e marca uma fase importante na evolução da paisagem humanizada, designadamente na arte dos jardins onde desponta a verdadeira arquitetura da paisagem.

– Jardim Barroco. O jardim barroco (séculos XVII-XVIII) surge na sequência da evolução natural do jardim renascentista. A arte topiária sofre grande incremento e os jardins de buxo (Buxus sempervirens), de formas ornamentais cada vez mais complexas, constituem os chamados parterres – é o esplendor dos jardins à francesa.

– Estufa. Os jardins botânicos surgem na Europa a partir do século XVI com a influência dos Descobrimentos, pela necessidade de aclimatar, classificar e estudar as propriedades das plantas vindas dos novos continentes. O Horto Botânico procura reunir uma coleção de plantas, sistematizada, permitindo ao visitante a sua fácil identificação.

DSC_0064 DSC_0061 DSC_0040 DSC_0372 DSC_0328 DSC_0309 DSC_0304 DSC_0127 DSC_0100 DSC_0114 DSC_0093 DSC_0070 DSC_0068 DSC_0067

Contactos:

Caminho da Oliveirinha, Arcozelo / 4990-146 Ponte de Lima

 

A REDACÇÃO do Portal do Jardim.com, conjuntamente com todos os seus contribuidores, prepara artigos e notícias do seu interesse, mantendo-o ao corrente do que se passa sobre o Jardim, em Portugal e no Mundo.

Tags:

2 Comments

  1. luciomartins 10 de Junho de 2018

    este parque tematico em ponte de lima e um verdadeiro jardim e o exemplo de como se devem gastar os dinheiros publicos e fazer a manutençao deses dinheiros publicos au contrario de lisboa onde se gastam milhares ou ate milhoes de euros dos contribuintes para arrancar calçadas pagas pelos contribuintes pra fazer uma porcaria qualquer que chamam de jardins e que os ignorante acreditam sem manutençao e que antes de serem terminados ja sao abandonados pudera o dinheiro ja foi desviado que se lixem os jardins e os contribuintes as arvores essas ja foram posta secas ou por falta de rega morreram antes de pegar

    Responder
  2. Luisa 2 de Agosto de 2018

    Este parque merece uma visita em todas as estações do ano. Tem sempre surpresas e está muito bem cuidado.

    Responder

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo