Hibisco, viajante Oriental

Categorias: As Plantas, Ornamentais, Os Artigos

Tags: ,

Comentários: 17 comentários | Partilhar!

feature photo

A floração do hibisco iniciar-se-á em breve. Esta flor largamente utilizada como ornamental nos nossos jardins, tem uma longa história julgando-se ter a sua origem na Ásia tropical, embora seja desconhecida em estado natural.

A maior parte das espécies de hibiscos surgem como variantes do Hibiscus rosa-sinensis. Ross Gast [1] traça o trajecto desta espécie e a sua hibridação com outras que resultou na enorme variedade de cultivares actualmente disponíveis. A estacaria foi o método de propagação mais utilizado na dispersão das inúmeras variedades.

Os povos que habitam a polinésia deverão ter emigrado da Índia e terão sido os responsáveis pelo transporte das espécies de hibiscos através da China até ao Pacífico. Devido ao seu rápido crescimento, floração e diversidade de cores e formas, a sua aplicação como ornamental tornou-se óbvia. Pensa-se que terá sido a China a exportar esta espécie para a Europa. A primeira forma de hibisco descrita e ilustrada na Europa deve-se a Van Reede, em 1678, representando um Hibisco rosa-sinensis, vermelho de flor dobrada. Posteriormente, outras formas de hibisco são introduzidas por Philip Miller, curador do Chelsea Physic Garden em Londres, por volta de 1731 sob o nome de H. javanica, reportando a sua origem a Java. Cook e outros exploradores encontraram o hibisco vermelho (dobrado) em diversos arquipélagos do Pacífico, onde já se encontrava bastante vulgarizado.

A forma singela permanece como flor nacional da Malásia e do Estado do Havai.

Na Polinésia o hibisco era considerado sagrado, atribuindo-se poderes mágicos. Um antigo mito conta que uma jovem mulher a quem a beleza foi destruída por uma feiticeira, recupera a sua beleza ingerindo suco de hibisco. No Taiti a flor do hibisco é utilizada pelas jovens como sinal, sendo usada sobre o ouvido direito se a pessoa em causa procura companheiro ou sobre a esquerda se já o encontrou.

No Havai o interesse por esta espécie é enorme na viragem do século XX sendo nessa época que o hibisco comum (vermelho) é cruzado com uma espécie nativa de H. schizopetalus produzindo variedades espectaculares. Em 1914 uma exposição de flores apresenta 400 formas distintas e nos anos seguintes este número aumenta para os milhares.

Viajando através do Pacífico vulgarizou-se na Austrália, local onde as primeiras espécies introduzidas por volta de 1800, ainda hoje são comercializadas.

O interesse por esta espécie foi sendo ao longo do último século expandido, sobretudo no hemisfério sul. Na nossa latitude esta espécie encontra-se especialmente bem adaptada nas regiões temperadas do sul da Europa. O seu longo período de floração corresponde à fase de maior crescimento da planta, podendo ocorrer desde meados da Primavera até finais do Verão, prolongando-se pelo Outono caso não ocorra diminuição brusca da temperatura.

Apesar de ser uma espécie vulgarizada é frequente encontrarmos exemplares mal conformados ou com carências de vária ordem, pelo que importa ter em conta algumas regras de plantação, que em muito contribuem para o seu sucesso.

Antes de mais, a escolha do local de plantação protegido do vento é particularmente importante uma vez que esta planta tolera mal ventos intensos, especialmente quando a temperatura desce abaixo de 1º C. Um local com sol pleno é fundamental para a floração, assim como a disponibilidade de potássio. A correcção deste elemento no solo deverá ser feita caso uma análise de solo revele a sua carência.

Relativamente ao solo, o hibisco necessita de solos ricos em matéria orgânica, bem drenados e com pH entre 6 e 7. A rega é essencial durante os meses quentes podendo ser feita com intervalos de três dias a uma semana, dependendo da capacidade de retenção de água do solo. Para obter um crescimento vigoroso, e sendo o hibisco uma espécie exigente, deve ter-se em conta a competição com outras plantas (da mesma espécie ou outras) recomendando-se por essa razão um afastamento entre plantas de cerca de 1,2 metros numa plantação em maciço ou no mínimo 1 metro para plantação em sebe. Esta distância entre plantas permite um bom arejamento, essencial no controlo de pragas e doenças, permitindo ainda uma boa entrada de luz, fundamental ao desenvolvimento e floração.

Muito mais se poderia contar sobre esta espécie, mas nada como experimentar e apreciar.

[1]              Autor de Hibiscus Around de World- Letters to J.W Staniford (1963-67) from Ross H. Gast, American Hibiscus Society, 1980

Partilhar!
  • Facebook
  • Twitter
  • MySpace
  • Digg
  • Live
  • del.icio.us
  • Google Bookmarks
  • NewsVine
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Technorati
  • LinkArena
  • LinkedIn

Sobre o autor

O Autor

Maria João Cabral, licenciada em Arquitectura Paisagista pela Universidade de Évora. Exerce a profissão desde 1990, essencialmente no projecto e construção de espaços exteriores (públicos e privados). Colaborou com diversas empresas e entidades públicas, nomeadamente com o ISA e Parque Expo’98 na concretização e manutenção dos Jardins Garcia de Orta. Em 2003 formou a empresa de arquitectura paisagista, Landing, prestando serviços de projecto, ordenamento do território, direcção e fiscalização de obra e formação.

Comentários

Existem 17 comentários, deixe o seu

  • Olá, sou uma apaixonada por plantas. Tenho na minha varanda, em vasos, Hibiscus (de flor cor de rosa). Gostaria de saber se ainda posso poda-lo, pois tem as ramas muito compridas e poucas flores.

    Um abraço.

    Margarida

  • Olá, tenho um pequeno jardim com hibiscos . No ano passado e agora neste também, os hibiscos tem sido invadidos por uma praga e pequnos piolhos que mesmo pulverizando com um produto adquado para o efeito, não saem !! as folhs ficam amarelas acabando por cair, e a maior parte dos botões nem sequer chegam a abrir. Não sei o que hei-de fazer.
    Alguém me pode ajudar ??
    Obrigado
    Leonor

  • Olá Maria João, também adoptei agora um hibisco que está com o mesmo problema que a Leonor indica. Foi retirado de um jardim porque não evoluia, e a doença não passa, eu tive pena e revolvi ficar com ele, mas a verdade é que não sei como trata-lo. Desde já o meu obrigado pela bela explicação sobre a especie.
    Sofia

  • Olá!!!
    Coleciono hibiscos e ultimamente tem aparecido em meus hibiscos um pozinho branco que destroi toda a planta, fazendo cair as folhas e o caule da planta começa a secar.
    Já tentei vários remédios caseiros, mas nada adiantou.
    O que faço agora é podar! Mesmo assim eles continuam a aparecer. Imagino que não seja uma praga só de hibiscos, pois passou para a minha roseira. Preciso de ajuda, pois são muitos hibiscos!!
    Obrigada
    Lila

  • Boa tarde Lila,
    é difícil avaliar o problema dos seus hibiscus, no entanto segundo os sintomas que apresenta e o facto de este ter passado para as suas roseiras, faz com que ache que poderá ser míldio, este problema, surge sempre que à humidade e as temperaturas aumentam, coisa que tem acontecido frequentemente.
    Espero ter ajudado.
    Boas jardinagens
    Diogo Ricou

  • Em relação ao problema do piolho, pode aplicar o raid casa e plantas, que resulta( fiz no meu umas 3 aplicações e resolveu).
    Em relação ao “pozinho branco” acredito 99% que seja mesmo míldio, para isso deve aplicar milraz ou milraz duplo, o duplo é para o míldio e oídio o simples é só para o míldio.
    Espero ter ajudado.
    Adoro hibiscos.

  • Boa noite!
    Alguém me pode dizer onde posso comprar hibiscus para oferecer, em Lisboa?
    Obrigado!!!

  • tmbm adoro hibiscus! e tenho os mesmos problemas acima citados. Ja perdi varios, mas nao desisto! vou tentar as dicas dos colegas.
    obrigada!

  • ola´ estou com muitas duvidas a respeito desta flor, sempre vejo reportagens de produtos natuais e recentimente li uma revista que falava sobre chá de hibisco p/ emagrecer,fui ate uma dessas casas de produtos naturars e coprei um pacote e comecei a tomar ,mas estou em duvida se é essa mesma flor.alguem pode me responder ? obrigado

  • Olá Pedro!
    Em Lisboa não conheço,mas em Castelo Branco encontra hibiscus de várias cores.
    Aliás estou a pensar em fazer uma cerca da mesma. Mas tenho receio por causa do tal piolho, tenho um num vaso e de vez em quando apanha.Também não sei se o clima aqui é o mais apropriado, muito sol no verão e muito frio no inverno!

  • olá pessoal! Eu tenho um Hibisco dobrado que acabei de ganhar, só que os botões estão amarelando e caindo antes mesmo de abrir. Já observei e não tem bicho cortando eles, estão caindo naturalmente. O que devo fazer? Parece que está doente.

  • Olá, pessoal

    Comprei lindas mudas de Hibiscus dobrados e eles estao cheios de btoes. Porém, quando as flores se abrem, apesar de bonitas, os seus caules nao as sustentam e elas ficam voltadas para baixo, como se estivessem murchas. Alguém sabe por que isso acontece? Será falta de algum nutriente? Elas tem sido adubadas.
    Aguardo ansiosa uma ajuda.
    Muito obrigada

  • vivo num apartamento e como adoro plantas só as posso ter em vasos. quero então perguntar-vos se estes hibiscos se dariam melhor na terra de um jardim. Cumprimentos para todos e mto mas mto obrigada por existirem

  • Bom dia
    Agradecia o favor caso possa de me informar como posso adquirir uma planta de hibisco para plantar no meu jardim.
    o meu obrigado fico na expetativa da vossa resposta:
    Com os melhores cumprimentos
    Lourenço Ferreira
    TM: 918150550

  • Gostava de saber quando se faz a poda do hibisco, alguém me poderá aconselhar? Tenho 2 árvores perto de Lisboa. Obrigada desde já!

  • Quiero comprar plantas de hibiscos ¿dónde ? Soy de Puerto Rico ,pero quiero colores violetas y fucha intensos.

  • Olá meu nome é Michelline!
    Eu tenho 4 pés de hibisco plantados no chão e eles estão muito lindo aparentemente bem sadios cheio de flores e botões, o porém é que alguns botões começaram a cair, os mesmos estão bem sadios estes que caem tb, unica coisa que detectei de diferente é que eles se quebram bem no local que tem uma marcação, onde fica um pouco abaixo do botão,todos estão caindo da mesma forma.
    O que pode estar acontecendo?

Deixe o seu comentário!

nome
(obrigatório)
e-mail
(obrigatório) (não será mostrado)
website
comentário
 

Relacionados

Produtos Seleccionados

pub



Secções
em Destaque

As Dicas
Conselhos úteis!
Plantas Ornamentais
Rosas, Orquídeas e muito mais!

Junte-se
a nós!




PUB

Votação

  • Pensa adquirir ou já adquiriu algum equipamento a bateria para manutenção dos jardins?

    Ver Resultados

    Loading ... Loading ...

Jardineiros
online

  • 9 Jardineiros Online
  • Jardineiros: 9 Convidados