A CARREGAR

Type to search

Parque da Ciutadella, um pouco da história de Barcelona

Em Barcelona, no centro histórico e mesmo junto ao mar encontramos um dos parques mais emblemáticos da cidade espanhola, o Parque da Ciutadella.

Um parque com características diferentes de todos os outros onde poderemos encontrar, no seu interior, o ZOO, um museu de geologia e o parlamento catalão!

Ciutadella_Barcelona-160

Repleto de uma vegetação em boa parte centenária e muito rica ao nível das espécies, o Parque da Ciutadella contém uma grande diversidade de elementos que o fazem especialmente valioso. A cascata monumental e os edifícios da segunda metade do século XIX e hoje convertidos em museus, o lago, os passeios e as numerosas esculturas existentes no parque são alguns dos exemplos disso mesmo.

Este parque é uma das principais referências dos espaços verdes de Barcelona. Durante muitos anos foi o único na cidade e o primeiro dos parques existentes desenhado especificamente como espaço público. No parque da Cituadella existem espaços para todos os usos imagináveis, convertendo-o num dos lugares com mais atividades lúdicas e culturais de Barcelona. Possui amplas zonas de relvado, grandes áleas, em vários locais encontram-se bancos para descansar ou simplesmente contemplar o espaço.

Ciutadella_Barcelona-030

O traçado

O parque da Ciutadella tem um traçado eclético, com uma parte de linhas mais sinuosas e naturalistas frente a um traçado mais clássico e de geometria regular. Sobressai a ordenação paisagista formada por uma grande cascata monumental, um lago onde se pode navegar com pequenos barcos a remos e um carrossel de música. Todos eles formam um conjunto de grande beleza.

Outra peça importante do parque é a plaza de Armes. Projetada no ano de 1916 pelo engenheiro e paisagista francês J.C.N. Forestier, está situada em frente do Parlamento. Trata-se do trabalho paisagista mais bem conservado do parque. É um espaço retangular com um tanque elíptico ao centro, rodeado por linhas de ciprestes recortados em formas regulares e canteiros com arbustos, entre os quais se destacam os roseirais . Existem ainda pinheiros e laranjeiras, definindo os limites da praça temos uma dupla fileira de plátanos. É um lugar ordenado e sereno que merece uma pausa para contemplação da sua harmonia e um notável exemplo de organização vegetal.

Ciutadella_Barcelona-062

O passeio das Tílias

Desenvolve-se a partir da entrada principal do parque da Ciutadella para dentro da cidade de Barcelona e é uma das mais bonitas perspetivas da cidade. Junto à dupla fileira de tílias temos a escultura equestre do general Prim e amplos canteiros com arbustos recortados donde sobressaem palmeiras muito altas. Nesta zona do parque estão alguns pavilhões que são da época do início do parque e da Exposição Universal de 1888.

Ciutadella_Barcelona-013

Os pássaros

Neste parque vivem uma grande quantidade de pássaros, estima-se que são mais de 100 espécies diferentes. De destacar a grande colónia de Garças Reais, atualmente a mais importante da Catalunha.

Ciutadella_Barcelona-134

Vegetação

O parque da Ciutadella é rico em plantas com numerosos exemplares que têm o valor acrescentado da idade pois foram plantadas no final do século XIX. Assim como ele é considerado um museu a céu aberto com o grande número de esculturas que contém, este parque também pode ser descrito como arboreto pelo número de espécies que o ajardinam: mais de uma centena.

São abundantes as tílias(Tilia x europaea, Tilia tomentosa e Tilia X euchlora) , magnólias (Magnolia grandiflora ) , choupos (Populus alba e Populus alba ‘Pyramidalis’ ) e plátanos (Platanus x hispanica ) . Os lodoeiros (Celtis australis ) são os protagonistas na rotunda Aribau e na área do lago onde se ergue um exemplar excepcional. Junto ao Umbráculo encontramos a Paulownia tempestuoso (espécie com origem no Japão) e Prodocarpus neriifolius , e ao lado do mamute as árvores sagradas (Ginkgo biloba ) .

Outras espécies de árvores presentes no parque são a acácia (Robinia pseudoacacia ) , cipreste (Cupressus macrocarpa e Cupressus sempervirens) , o pinheiro australiano (Casuarina cunnighamiana ), a bela sombra (Phytolacca dioica ) e o castanheiro da Índia (Aesculus hippocastanum ) . Destacam-se, pelo seu exotismo, os três exemplares de cipreste do pântano (Taxodium distichum ) que estão dentro do lago.

Ciutadella_Barcelona-092

Também são importantes, tanto pelo seu número e pelo seu tamanho como pela idade, as palmeiras das Canárias (Phoenix canariensis), as tamareiras (Phoenix dactylifera ) e a yucca (Yucca elephatipes) e, pela sua raridade, as palmeiras azuis (Brahea armata ) . Quanto aos arbustos, são, entre outras espécies, grandes exemplares de louro (Laurus nobilis) , tamarindo (Tamarix gallica ) e espirradeira (Nerium oleander ) , sebes extensas perfeitamente cortadas de pittosporum (Pittosporum tobira ) e bonetero do Japão (Euonymus japonicus) .

No parque Ciutadella encontam-se vários exemplares incluídos no catálogo de árvores de interesse local de Barcelona: uma acácia de Constantinopla (Albizia julibrissin) , uma laranjeira da Louisiana (Maclura pomifera), um pinheiro australiano (Casuarina cunninghamiana), um exemplar de Quercus polymorpha , plantado no final do século XIX, e ciprestes do pântano que estão no lago, plantadas durante o primeiro terço do século XX.

Ciutadella_Barcelona-137

Arte e arquitetura

O parque, que em 1951 foi declarado monumento histórico-artístico, está considerado como museu ao ar-livre pela profusão e qualidade das suas esculturas. Existem obras de Frederic Marès (estátua equestre do general Prim), Eusebi Arnau (busto de Marià Aguiló), Josep Clarà (nú em bronze dedicado aos Volutários Catalães de 1914), Josep Llimona (nú feminino), Pau Gargallo (busto de Lleó Fontoba) entre outros escultores.

Ciutadella_Barcelona-102

A cascata monumental

Foi desenhada por Josep Fonstseré em 1875 e inaugurada no ano de 1881. Fontseré teve como assistente Antoni Gaudí, nessa altura muito jovem, a quem se atribui o cascalho que se desprende da cascata e alguns motivos decorativos. De ambos os lados temos escadarias para aceder a uma espécie de templo de onde se pode contemplar uma perspectiva privilegiada do parque.

A cascata está ornamentada por muitos elementos escultórios de artistas catalães do final do século XIX. O elemento central é o Nascimento de Venus, de Venanci Vallmitjana e ao alto, fechando o conjunto, o carro de Aurora, de Rossend Nobas. Em baixo, quatro grifos modelados por Rafael Atché protegem Vénus.

Ciutadella_Barcelona-044

Os edifícios

Da antiga cituadela militar construída em 1715 resta a capela castrense, obra de Próspero de Verboom (1728), o palácio do governador hoje uma escola secundária e o edifício do arsenal, atualmente sede do Parlamento da Catalunha.

O restantes edifícios que se encontram no parque foram construídos no último terço do século XIX. O primeiro foi o Museu Martorell de Geologia, de estilo neoclássico, projetado no ano de 1879 por Antoni Rovira e Trias, e que se integrou no desenho do parque realizado por Josep Fontserá no ano de 1892.

No que diz respeito às construções realizadas com o propósito da Exposição Universal de 1888, conserva-se o restaurante, um edifício de tijolo, coroada de ameias, obra de Domènech e Muntaner e pertencente à primeira época do modernismo barcelonês. Foi denominado popularmente de Castelo dos Três Dragões e, desde o ano de 1934 é a sede do Museu de Zoologia de Barcelona.

Também foram projectados para a Exposição Universal de 1888 o Umbráculo, um recinto singular desenhado por Josep Fontseré (1883) que integra o tijolo, o ferro e tábuas de madeira que procura provocar sombra para as espécies subtropicais e a estufa, uma construção de ferro e vidro desenhada por Josep Amargós no ano de 1884.

mapa

Informação

Morada: Pg. Picasso, 1 / Barcelona

Superfície: 17,43 hectares

Horário: Das 10.00 h até ao pôr-do-sol

Entrada gratuita

Equipamentos: Zoológico; Parlamento de Catalunha: Museu de Zoologia; Museu de Geologia; Capela castrense; Parque infantil.

 

Saiba mais em www.barcelonacultura.bcn.cat

 

A REVISTA TUDO SOBRE JARDINS está na banca desde Agosto de 2007 e traz, trimestralmente, informação de qualidade com um foco especial no paisagismo e design. A parceria com o Portal do Jardim.com permite agora que os leitores deste portal tenham acesso a conteúdos produzidos por esta excelente publicação.

Tags:

Talvez goste deste artigo

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo