A CARREGAR

Type to search

Selos dos CTT vão destacar a cultura portuguesa em 2018 e a componente botânica e de natureza vai estar presente

Selo_MedronheiroOs CTT voltarão, em 2018, a destacar personalidades, obras e datas históricas que marcaram a definição do que é ser português nos últimos 250 anos. Os Maias, de Eça de Queirós, o pintor Domingos Sequeira, o compositor Vianna da Mota, a construção do Jardim Botânico da Ajuda, em Lisboa, ou os patrimónios imateriais da humanidade materializados nos processos de fabrico de chocalhos e da louça de barro preto de Bisalhães são alguns desses destaques.

Estas emissões filatélicas dos CTT vão prolongar-se ao longo do ano, quase semanalmente, e reafirmam o compromisso dos CTT de homenagear e divulgar a cultura e a história de Portugal. Trata-se de emissões sobretudo destinadas a um público colecionador, mas que são válidas para circulação postal. A filatelia portuguesa está entre as mais premiadas do mundo, fruto dos temas e do recurso aos melhores designers, artistas e especialistas na preparação das emissões. Essa mobilização do talento nacional irá continuar em 2018.

 

Selo_OliveiraSelo_Catapereiro

Selo_SobreiroAlgumas das emissões que vão acontecer ao longo do ano.

Os 130 anos da publicação de Os Maias, o romance de Eça de Queirós que é um dos símbolos maiores da nossa literatura, será também lembrada em selo, sendo acompanhada ao longo do ano com emissões evocativas dos 250 anos da fundação da Imprensa Régia, os 250 anos da fundação do Jardim Botânico da Ajuda, os 150 anos da fundação da Companhia das Águas de Lisboa e os 50 anos da fundação da Comunidade Islâmica de Lisboa.

A homenagem a outros elementos que ajudam a definir o que é ser português prolonga-se com as séries dedicada aos doces regionais enquanto património gastronómico nacional, às borboletas de Portugal, um tema que ganha relevância quando mais se discutem as consequências das alterações climáticas na biodiversidade, e às raças pecuárias autóctones nacionais, um tipo de património genético adaptado ao nosso terreno e clima e que são um fator diferenciador da produção portuguesa.

Lembrando o modo como os portugueses juntam a criatividade com a técnica, serão emitidos selos onde a arquitetura e a engenharia são protagonistas, lembrando pontes e casas do Mediterrâneo.

Relembramos aqui a edição de 2017 dedicada às Árvores do Mediterrâneo com destque para as espécies da Flora Portuguesa. O design esteve a cargo de Nuno Farinha.

 

A REDACÇÃO do Portal do Jardim.com, conjuntamente com todos os seus contribuidores, prepara artigos e notícias do seu interesse, mantendo-o ao corrente do que se passa sobre o Jardim, em Portugal e no Mundo.

Tags:

Talvez goste deste artigo

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo