A CARREGAR

Type to search

Um convite às aves – primeiros passos pelo jardim

Das cerca de 300 espécies de aves selvagens que ocorrem em Portugal continental, aproximadamente 30 utilizam os nossos parques, jardins e quintais, como habitat preferencial. Quer se viva em ambiente rural ou em ambiente urbano, é possível aprender a viver em proximidade com as diferentes espécies.

O protejo Aves do nosso jardim surge com o objectivo de mediar este entendimento entre os habitantes do interior e do exterior de cada casa. Entre as pessoas e as aves. A observação das aves pode ser, de um modo geral, uma actividade muito relaxante. Mas experimentar o conforto de conseguir encontrar, mesmo ali, do outro lado da nossa janela, a diversidade de cores e movimentos das várias espécies que saltitam no jardim ou no parapeito pode ser, acima de tudo, uma conquista.

Verdilhão (macho)

Os benefícios desta aproximação passam, por exemplo, por uma maior eficácia na aprendizagem e na sensibilização das crianças para o mundo natural. Mas é, acima de tudo, um passo à frente na ajuda às espécies de aves selvagens que cada vez mais sofrem com a pressão humana e a destruição dos habitats. As aves também se conquistam pelo papo e providenciar-lhes comida e um lar apetecível é, sem dúvida, a melhor forma de as atrair.

Embora a alimentação em comedouros não substitua por completo as necessidades alimentares das várias espécies, dá um contributo importante nos períodos mais críticos como o inverno, a época de migração e o período de reprodução. É essencial que disponibilize alimento com responsabilidade, oferecendo variedade e com a frequência adequada. Com a dieta certa estará também a garantir que as aves voltem sempre aos seus comedouros. Para atrair e alimentar espécies não precisa de ter um jardim muito grande, aliás, pode até nem ter jardim, poderá colocar comedouros na sua varanda e oferecer sementes, bolas de gordura, tenébrios secos ou amendoins.

Uma vez por mês, neste espaço, o Aves do nosso jardim vai, para além de partilhar experiências e dar a conhecer várias espécies de aves, recomendar pequenos truques para conseguir observar os primeiros passos tímidos de rabirruivos, toutinegras, pardais, pintassilgos e muitos outras aves nos seus espaços verdes.

Chapim Azul

avesdonossojardim.weebly.com

facebook.com/avesdonossojardim

A equipa Aves do nosso jardim é constituída por dois casais, um vive no campo, outro na cidade. Qualquer semelhança com estórias infantis é pura coincidência. Para além da felicidade a que aspira toda a raça humana, sonham com um mundo em perfeito equilíbrio entre o homem e a natureza. Ou, na realidade das coisas, em pequenos gestos do quotidiano, tentam criar uma empatia entre as suas casas e as aves que, na maior parte das vezes, andam por aí.
O objectivo da equipa é partilhar ensinamentos através das experiências adquiridas nas formações de cada um dos seus elementos em biologia, ornitologia, jornalismo e sonoplastia.
Site: Aves do nosso jardim

Tags:

Talvez goste deste artigo

1 Comments

  1. Estela 7 de Maio de 2013

    É sempre de lembrar a necessidade de coabitarmos o mesmo planeta 😉

    Responder

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo