Planear um espaço coberto no exterior

Categorias: Featured, Os Artigos, Paisagismo & Design

Tags: , , , , ,

Comentários: sem comentários | Partilhar!

feature photo

Otimizar os espaços exteriores, principalmente aqueles mais próximos das casas, faz com que possam ser usufruídos durante todo o ano.

Os chamados jardins de Inverno, que para além de proporcionarem um espaço de estar adicional, combinam perfeitamente com o estilo da casa de cada um.

Existem soluções no mercado para todos os estilos arquitetónicos, nomeadamente sistemas especialmente desenvolvidos de coberturas modulares com a possibilidade de serem perfeitamente integradas com todas as janelas, portas e sistemas de correr.

MF206

Os jardins de Inverno são estruturas que valorizam a casa, especialmente nos meses mais frios.

Estas estruturas transformam zonas frias da casa em zonas mais quentes e permitem desfrutar do sol de Inverno num ambiente fechado e confortável, com vista para o verde lá fora.

O conforto que se pode sentir mesmo mesmo quando as temperaturas estão baixas no exterior não tem preço e podemos acrescentar a isso, a possibilidade de observar a natureza e toda a sua atividade.

Grandes superfícies envidraçadas possibilitam isso mesmo. Sendo da maior importância a escolha certa dos materiais e do mobiliário, não esquecer que o espaço também deve ser funcional nos meses mais quentes, ter aberturas para ventilação e circulação do ar por exemplo.

MF107

O jardim de Inverno deve estar perfeitamente integrado no resto da casa nomeadamente com a sala de estar, onde normalmente existe ligação a esta zona. Uma decoração envolvente é muito importante para que este espaço seja realmente de eleição, o principal objetivo de um jardim de Inverno, no seu conceito mais clássico, é permitir usufruir da natureza contemplar o jardim que rodeia a habitação ou a paisagem envolvente.

MF205

Little-Venice-Kitchen-with-wintergarden-166964.XL

Dicas para a construção de um jardim de Inverno:

A possível ventilação desempenha um papel particularmente importante, uma vez que neste espaço rapidamente se atingem temperaturas altas devido ao efeito estufa criado pelas grandes janelas em vidro, há que pensar nisso quando se decide esta obra.

Além de uma ventilação manual (tipo ventoinha), esta será mais económica mas não tão vantajosa, aconselhamos algo mais forte, como sistema de ar condicionado com extração para o exterior e se possível com programação horária disponível. Facilita ter o espaço à temperatura em que nos sentimos bem sempre que se quiser, para isso recomendamos fazer a programação necessária com antecedência. Acautelar que por causa das grandes zonas de vidro que deixam entrar a luz direta do sol deve ser criada uma zona de sombra, seja com persianas, portadas, cortinas…a escolha cabe a cada um. Se a opção for por sistemas elétricos ou da mais recente tecnologia também deve poder programar para abrir e fechar nas horas de maior ou menor calor.

Para as calhas dos vidros de um jardim de Inverno, há vários materiais possíveis: madeira (isola mais o calor), alumínio (indicados para áreas maiores de vidro, é leve e estável) e PVC (opção mais barata mas aos poucos perde o brilho). Os vidros da fachada devem ser inquebráveis e resistente a riscos.

00_07

310

Qual o pavimento perfeito?

- madeira: quente e aconchegante (atenção ao nível de humidade e à rega de plantas, facilmente a madeira inchará e deixará de ter o seu aspecto inicial);

- cerâmica: mosaico: frio mas mais fácil de manter; mas o importante é ter alguma ligação com o pavimento usado na habitação, pode não ser o mesmo material mas ter a mesma tonalidade, por exemplo.

6199ffffbdc2137d31b70d4379d56a42

Mas existem outros equipamentos para rentabilizar espaços e transformá-los em locais úteis. É possível com coberturas criadas de raiz e que respondem, na íntegra, a qualquer projeto de exteriores. Num pequeno jardim ou num terraço, uma cobertura pode ser o espaço ideal para criar zonas de estar ou até de organização e arrumação.

Espaços cobertos podem ter vários aspectos, podemos ter pérgulas com diferentes tipos de estética sendo que as mais procuradas são de madeira ou alumínio, estas soluções podem também ser montadas mais afastadas da habitação.

Estes espaços podem ou não ser totalmente fechados usando ripados de madeira, cortinas de vidro, telas translúcidas entre outras opções conforme as marcas, mas um facto importante é que são cada vez mais personalizáveis. A própria cor do alumínio e, claro, os têxteis podem ser todos modificados conforme as especificidades e o gosto do cliente.

winter-garden-5

Kettal

As características da maior parte de pérgolas automatizadas, podem variar conforme as marcas:

Sistema de proteção solar com sistema de drenagem incluído e invisível;

Proteção solar e ventilação regulável;

Cobertura com lâminas de alumínio extrudido orientáveis;

Proteção lateral feita à medida;

Possibilidade de integração de painéis com telas exteriores (simples ou com as suas janelas de “cristal” integradas – para manter a visibilidade para o exterior), painéis deslizantes de vidro ou com lâminas de madeira;

Rotação das lâminas até 150º;

Quando fechadas, as lâminas criam um escudo impermeável;

Design de linhas simples, modernas e elegantes;

Solução adequada para qualquer tipo de construção;

Funcionamento silencioso;

Fácil manutenção.

2060194e69b20a1a9e9d954e94f993f1

 

renson

Renson

Qualquer montagem e aconselhamento de estrutura com dimensão, devem ser acompanhados por um profissional e, tendo sempre em mente, o espaço em questão e onde será instalado o equipamento.

Ventos dominantes exposição solar, vistas a manter e outras a ocultar, todas estas questões têm que ser tidas em consideração.

Chamo a atenção que vale a pena investir numa opção de qualidade em detrimento dum produto mais barato. As questões das garantias são também importantes, informe-se sempre o que está incluído e por quantos anos.

1114

Partilhar!
  • Facebook
  • Twitter
  • MySpace
  • Digg
  • Live
  • del.icio.us
  • Google Bookmarks
  • NewsVine
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Technorati
  • LinkArena
  • LinkedIn

Sobre o autor

O Autor

CATARINA GONÇALVES é designer de jardins, licenciada pela Universidade de Greenwich em Londres em BA Hons Garden Design. Tem vários interesses nesta área como uso de materiais inovadores, novas maneiras de interpretar o espaço exterior e designs ecológicos. Actualmente participa regularmente neste portal com artigos na área paisagística e é responsável editorial da revista Tudo Sobre Jardins. Website CatarinaGDesigns

O que achou deste artigo?

Deixe o seu comentário!

nome
(obrigatório)
e-mail
(obrigatório) (não será mostrado)
website
comentário
 

Relacionados

Produtos Seleccionados

pub



Secções
em Destaque

As Dicas
Conselhos úteis!
Plantas Ornamentais
Rosas, Orquídeas e muito mais!

Junte-se
a nós!




PUB

Votação

  • Pensa adquirir ou já adquiriu algum equipamento a bateria para manutenção dos jardins?

    Ver Resultados

    Loading ... Loading ...

Jardineiros
online

  • 16 Jardineiros Online
  • Jardineiros: 15 Convidados, 1 Bot