A CARREGAR

Type to search

HUGSI – Husqvarna aposta na inteligência artificial

A Husqvarna apresenta o HUGSI, um Indicador baseado em Inteligência Artificial que ajudará as cidades a proteger os seus espaços verdes.

A Husqvarna desenvolve o HUGSI (Husqvarna Urban Green Space Index) uma solução via satélite baseada em inteligência artificial que contribui para que os responsáveis por tomar decisões monitorizem a proporção e a saúde dos espaços verdes em todo o mundo.
Os espaços verdes são os pulmões das cidades, dado que são capazes de melhorar a qualidade do ar, controlar inundações e águas pluviais e contribuir para a saúde física e mental dos cidadãos. À medida que a urbanização continua, é vital monitorizar a proporção entre as áreas cinzentas e verdes.
Ao aplicar a visão computacional e as técnicas de aprendizagem profunda às imagens de satélite, o HUGSI fornece perspetivas sobre o estado atual e o desenvolvimento histórico da vegetação e do ambiente envolvente nas áreas urbanas. Isso torna possível descobrir como são realmente as cidades verdes e se a densificação está a reduzir a quantidade de espaços verdes urbanos.

Acreditamos que a IA e as tecnologias emergentes vão desempenhar um papel fundamental no futuro do desenvolvimento de espaços verdes. Com o HUGSI, queremos chamar a atenção para a importância dos espaços verdes e capacitar os decisores para proteger espaços verdes nas cidades, fornecendo-lhes factos inquestionáveis. A digitalização da gestão de espaços verdes vai permitir o cuidado preditivo dos parques, melhorando os valores recreativos e ambientais, bem como a eficiência operacional”, afirma Anders Johanson, CTO do Grupo Husqvarna.
O indicador HUGSI 2019 fornece perspetivas ecológicas que abrangem todas as cidades do grupo C40, e também Bruxelas (Bélgica), Marselha (França), Genebra (Suíça) e Gotemburgo (Suécia). Isto perfaz um total de 98 cidades em 51 países que são classificadas de acordo com alguns Indicadores Fundamentais de Desempenho (KPI) ecológicos, incluindo:
• Maior percentagem de espaços verdes urbanos
• Vegetação mais saudável
• Maior percentagem de áreas urbanas cobertas por relva (e arbustos com menos de 1 m de altura)
• Maior percentagem de áreas urbanas cobertas por árvores (e arbustos com mais de 1 m de altura)
• Melhor distribuição de espaços verdes
• Mais espaços verdes por habitante
Prémio de vencedor global da cidade mais verde atribuído a Durban, África do Sul
A cidade com maior pontuação geral a nível global* foi a cidade de Durban, na África do Sul. O Rio de Janeiro, no Brasil, ficou em segundo lugar e, em terceiro, a cidade de Austin, nos EUA. Estas cidades obtiveram pontuações elevadas em relação à percentagem de espaços verdes combinada com uma ótima distribuição e saúde da vegetação.
Os vencedores por regiões são:
• África: Durban, África do Sul
• Ásia Centro-Leste: Pequim, China
• Leste, Sudeste Asiático e Oceânia: Auckland, Nova Zelândia
• Europa: Genebra, Suíça
• América Latina: Rio de Janeiro, Brasil
• América do Norte: Austin, EUA
• Ásia Meridional e Ocidental: Daca, Bangladesh
Estamos extremamente felizes e orgulhosos em premiar as cidades vencedoras com este reconhecimento. Mas também acreditamos que todas as cidades do indicador são vencedoras. Com este novo conjunto de dados são disponibilizados os factos necessários para monitorizar e impulsionar o desenvolvimento para um crescimento ainda mais ecológico e saudável das suas cidades. Esperamos que outras cidades considerem as perspetivas do indicador HUGSI inspiradoras e iniciem a sua jornada rumo a ambientes urbanos mais verdes”, diz Anders Johanson.
O indicador de Espaços Verdes Urbanos 2019 da Husqvarna foi lançado como parte do evento Husqvarna Living City em Gotemburgo, Suécia, que reuniu líderes vanguardistas, pessoas do setor e meios de comunicação internacionais da comunidades de espaços verdes.
Os dados integrais do HUGSI a nível regional e municipal estão disponíveis em www.hugsi.green

A REDACÇÃO do Portal do Jardim.com, conjuntamente com todos os seus contribuidores, prepara artigos e notícias do seu interesse, mantendo-o ao corrente do que se passa sobre o Jardim, em Portugal e no Mundo.

Tags:

Talvez goste deste artigo

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo