A CARREGAR

Type to search

Tags: , ,

Sabia que a Protea deve o seu nome ao Deus Grego dos Mares Proteu?

Precisamente por causa da capacidade deste Deus de mudar de forma, um paralelismo com as inúmeras Proteas de formas diferentes.

©Pixabay

Perante uma coleção de gravuras fascinantes destas flores, Carlos Lineu criou em 1735 este género botânica. Essa é a origem da Família das Protaceas que existem há 300 millhões de anos sendo uma das mais antiga quando pensamos na história da evolução das plantas
Estas flores são originárias da África do Sul, Austrália e Nova Zelândia e esta Família agrega 73 géneros e 1500 espécies. Assumem formas diferentes embora tenham algo em comum na sua génese.
Mais conhecidas, a Protea Real (Protea Cyranoides) e as Leucospermum, constituídas essencialmente por arbustos originários da África do Sul. Aliás a Protea Real é a flor nacional da África do Sul.

©Pixabay

Estas flores estão muito em voga como flores de corte para arranjos florais. Não são só as suas flores exuberantes que fazem composições interessante, as próprias folhas podem ter cambiantes muito belos.
Outras informações: Prospera em solos ácidos e bem drenados. Exposição a pleno sol, com boa ventilação de ar. Rega moderada. Pouca necessidade de fertilizantes.
Atinge alturas entre os 60 e 240 cm
A Ilha da Madeira, por exemplo, tem condições ótimas para estas plantas, já existem produções para comercializar e exportar. Florescem entre Outubro e Maio.

©Pixabay

Produto recomendado
Siro Proteas é um substrato especial para plantação e transplante das principais espécies de Proteas. Recria ao máximo os solos destas plantas oriundas da África do Sul e Austrália.
Este Substrato com fertilização especifica para Proteas – ausente em fósforo – de libertação controlada e lenta até 12 meses, que promove o seu desenvolvimento saudável e vigoroso. Possui textura leve e porosa garantindo uma drenagem e arejamento adequados.
Composição: Turfa loira de Sphagnum, Siro Agro 1 (Húmus de casca de pinho – certificado pela RAL), Argila expandida, Perlite e Adubo mineral de libertação controlada e lenta até 12 meses.

Características Físico-químicas:
pH em CaCl2: 5.0-6.0
Condutividade: 60-120 µs/cm
Granulometría 0-15mm
Matéria Orgânica >50%
Fertilização mineral:
NPK 16-0-10 Longevidade 12 meses – 2.5 kg/m3
Embalagens de 20L

A REDACÇÃO do Portal do Jardim.com, conjuntamente com todos os seus contribuidores, prepara artigos e notícias do seu interesse, mantendo-o ao corrente do que se passa sobre o Jardim, em Portugal e no Mundo.

Tags:

Talvez goste deste artigo

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo