A CARREGAR

Type to search

As Mil Utilidades do Milefólio

[img]https://www.portaldojardim.com/artigos/plantas_saberes/milefolio200108/abertura.jpg[/img] 

[i]Fotos: Fernanda Botelho[/i]

Durante o Inverno, é bom sabermos que plantas ter em casa para nos ajudar a combater os principais sintomas de constipações, gripes, febres, etc.

O Milefólio é uma planta muito útil e pouco divulgada entre nós.

O seu nome latim é [i]Achillea milfolium[/i], também conhecida por mil-em-rama, milfolhada, erva das cortadelas, erva dos militares, erva de S. João, milenrama em espanhol e yarrow em inglês.

[url=https://www.portaldojardim.com/artigos/plantas_saberes/milefolio200108/01.jpg][img]https://www.portaldojardim.com/artigos/plantas_saberes/milefolio200108/thumbs/01.jpg[/img][/url]
 

[b]História[/b]

O nome [i]Achillea[/i] deve-se ao herói grego Aquiles que muito a utilizava para curar os ferimentos de guerra dos seus soldados.

Era também conhecida dos Celtas que a utilizavam nos seus rituais de colheitas.

Os antigos Chineses usavam os caules do milefólio nas consultas ao seu livro sagrado de oráculos “I Ching”.

Na Europa foi muito utilizada nas práticas de bruxaria e nas poções mágicas contra o mau-olhado, para atrair noivo, induzir a clarividência; acreditava-se que quem trouxesse consigo um amuleto de milefólio, viveria feliz com o seu parceiro durante sete anos e afastava todos os medos.

[b]Características[/b]

É uma planta vivaz, aromática, que pode atingir um metro de altura, prefere solos arenosos e leves, cresce em relvados, bosques pouco densos, à beira de estradas e caminhos e também nos nossos jardins. Tem flores compostas brancas ou púrpuras que florescem entre Fevereiro e Novembro. Os múltiplos recortes das suas folhas dão origem ao nome milefólio.

[b]Composição[/b]

Óleos essenciais (cânfora, camazuleno, eugenol, mentol, quercetina, eucaliptol, linalol), taninos, comarinas, ácido salicílico, triterpenos, poliacetilenos, alcalóides (tujona), flavonóides, resina, fósforo, potássio e matérias azotadas.

[b]Propriedades[/b]

Aquiles estava certo em utilizá-la nas feridas dos soldados, pois veio a descobrir-se cientIficamente que esta planta continha substâncias como as lactonas sesquiterpenas que são amargas e tónicas e a aquilina que estimulam a coagulação arterial, enquanto que o ácido salicílico tem propriedades anti-inflamatórias e anti-alérgicas e uma acção de alívio da dor. Os taninos e o eucaliptol são anti-sépticos. A componente tujona confere-lhe propriedades ligeiramente sedantes. É anti-espasmódico do aparelho digestivo e de outros músculos mais suaves, como o útero, ajudando a combater as dores menstruais, controlando hemorragias internas e equilibrando o fluxo menstrual. É diurético e anti-séptico urinário de acção suave. Faz baixar a febre e a tensão arterial, melhorando a circulação venosa e tonificando as varizes. Estimula a sudação. O ácido salicílico faz ainda com que seja utilizada no combate ao reumatismo. É tónico amargo e auxiliar digestivo. Muito útil cultivá-la nos nossos quintais e tê-la sempre à mão como planta de primeiros socorros, para estagnar o sangue do nariz ou de feridas. Nas escolas onde trabalho, faço questão de ter sempre um cantinho com milfólio e explicar às crianças como utilizá-la: colhem-se quatro ou cinco folhas, e uma flor ou não, lava-se e faz-se com elas uma pequena bola, que se pode aplicar directamente no nariz sem empurrar muito para dentro, ou sobre as feridas. Pode também, ferver-se a planta e fazer-se compressas com esta infusão. O chá feito com as folhas e as flores, é excelente para baixar a febre. Como chá de Inverno, para prevenir gripes e constipações, pode preparar-se uma mistura em proporções iguais de milfólio, flor de sabugueiro, e hortelã-pimenta; (tomar três chávenas por dia). O milfólio é um bom restaurador das membranas mucosas do nariz e dos pulmões. Tem no organismo uma acção lenta mas segura. O sabugueiro actua sobre a sinusite, desobstruindo os canais nasais e limpando as toxinas, enquanto que a hortelã-pimenta, age mais na zona da cabeça aliviando dores de cabeça.

[b]Culinária[/b]

As pequenas flores brancas comestíveis ficam muito bonitas na decoração de pratos vários, as folhas em pequenas quantidades podem juntar-se às saladas ATENÇÃO: as folhas devem comer-se me pequenas quantidades, não mais de três vezes por semana, podendo causar dores de cabeça ou vertigens. Não deve ser tomada durante a gravidez.

[b]Jardim[/b]

O milefólio aumenta a resistência das plantas vizinhas às doenças e é um bom companheiro para as plantas medicinais aumentando a sua produção de óleos essenciais e a sua vitalidade, melhora também a resistência aos insectos de plantas vizinhas, devido ao seu aroma acre e pungente. O chá de milfólio é bom para o gado bovino e caprino depois dos partos.

Cresce por todo o lado e resiste mesmo ao pisoteio.

É muito utilizado na agricultura biodinâmica como acelerador da compostagem.

No meu jardim cresce um pouco por toda a parte, salpicando-o de delicadas flores brancas durante quase todo o ano.

Considerada por muitos uma erva daninha invasora, o milefólio é na realidade uma planta de grande utilidade.

Tags:

10 Comments

  1. Antonieta Mosselin 16 de Fevereiro de 2009

    Gostei de ter encontrado mais informações sobre esta planta que é um remédio. Obrigada. Um abraço para quem fez e colocou esta pesquisa tão útil.

    Responder
  2. nair 16 de Outubro de 2011

    Gostei muito das informaçoes sobre esta planta. pois eu estva procurando cha para baixar glicose para uma amiha e cabei pesquisando e encontrando mais.Vi o nome milefólio e procuresi saber que itpo de planta era e para que servia e acabei encontrando algo muito util.Sempre faço uso de chas e gostaria de receber sobre outras variedades de chas que pode estar fazendo o uso diario.Obs.Se eu não encontrar com o nome de milefolio posso pedir mil folhas ou erva de sao joa que é a mesma coisa?Aguardo retorno grata nair

    Responder
  3. Francisco cogumbreiro 14 de Novembro de 2011

    Cara Fernanda
    Tenho no meu jardim que fica nos Açores e tem dificuldades de desenvolvimento, será por ter um solo com pouco cálcio!
    Ate mais.
    Francisco

    Responder
  4. Jorge Santos 21 de Novembro de 2011

    Sabe onde posso adquirir milefólio?

    Responder
  5. Edalberto Santana 18 de Dezembro de 2013

    O Milefolio (Achillea millefolium L.) é anual ou vivaz? Onde posso encontrar sementes?

    Responder
  6. Susana 4 de Outubro de 2015

    Boa noite. Sabe onde posso adquirir as sementes para cultivar? Lisboa e arredores.

    Responder
  7. Economize com Plantas 30 de Novembro de 2015

    Muito bom, eu não imaginava que o milefólio tivesse tantos benefícios com seu uso. Agora já sei quando usar.

    Responder
  8. Vítor Margarido 19 de Janeiro de 2016

    Gostei, como sempre.

    Responder
  9. Anastacia Gouveia 5 de Dezembro de 2016

    Espero depoimento afim de. Ser informada.
    A conhecer melhor sobre a cura pelas plantas.

    Responder
  10. Clara Silva 27 de Maio de 2018

    Comprei hoje uma planta. Gostei muito das explicações que deu. Posso dizer que comprei a planta num pequeno mercado que fazem ao domingo em Alvor na zona da Ria. Obrigado. Clara

    Responder

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo