A CARREGAR

Type to search

Floração em Janeiro: Medronheiro

Uma planta facilmente reconhecível, o Medronheiro está em flor no mês de Janeiro.

O medronheiro (Arbutus unedo) é uma árvore frutífera e ornamental da família Ericaceae, também conhecida como meródios, ervedeiro, êrvedo ou êrvodo. É uma planta nativa da região mediterrânica e Europa Ocidental podendo ser encontrada tão a norte como no oeste da França e Irlanda. Sobrevive em zonas de elevado declive onde dificilmente outras culturas sobrevivem. O seu fruto é denominado medronho. Em Portugal, pode ser encontrado por todo o país, mas a maior concentração ocorre nas serras do Caldeirão e Monchique.

Ecologia
Matagais em vertentes e barrancos, sombrios ou soalheiros, por vezes dominante originando medronhais. Também em bosques perenifólios (azinhais, sobreirais) e mais raramente pinhais ou eucaliptais. Indiferente edáfico, em diversos tipos de solos, incluindo rochosos.
O medronheiro tem normalmente um crescimento do tipo arbustivo até uma altura de aproximadamente 5 metros com ramos eretos, que brotam do tronco a partir de 0,50 metros do solo e que são também bastante espaçados entre si.
A copa do medronheiro é arredondada com folhas persistentes de formato elíptico que assumem uma coloração verde-escura semelhante à do sobreiro, e também possuem um brilho ceroso na face superior.
As flores desta árvore da cor branca ou levemente rosadas são muito decorativas. Logo, ela é considerada uma planta ornamental. Os frutos são esféricos e carnudos, com sementes, revestidos de numerosas saliências piramidais.

Utilização
O medronheiro produz frutos comestíveis, são usados na produção de licores e aguardentes destiladas do tipo licor de medronho.
A Aguardente de medronho é o ex-libris dos destilados do Algarve. Tudo indica que esta aguardente começou a ser produzida de forma artesanal, para fins medicinais, pelos Árabes em Monchique, por volta do século X.

Para saber mais: www.flora-on.pt

A REDACÇÃO do Portal do Jardim.com, conjuntamente com todos os seus contribuidores, prepara artigos e notícias do seu interesse, mantendo-o ao corrente do que se passa sobre o Jardim, em Portugal e no Mundo.

Tags:

Talvez goste deste artigo

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo