A CARREGAR

Type to search

Um espelho de água inserido no verde do seu jardim proporciona frescura, para além da musicalidade que o som da água traz e que é tão relaxante.
Com um pequeno esforço pode alcançar um efeito excelente. A função decorativa e refrescante é um dos atributos mas também permite cultivar plantas aquáticas, criar peixes e atrair para o jardim pássaros e borboletas.
Pode optar por algo com um aspeto mais rústico e natural, menos formal. Deve ficar sempre em local visível seja qual for o ponto do seu jardim em que se encontre.

Existem vários tipos de lagos

1 Pré-fabricados em plástico com várias opções de formas e tamanhos.
Para estes é necessário escavar um buraco com cerca de 3 cm mais largo e profundo que a forma a colocar. Retirar as pedras e as raízes das margens. No fundo do buraco distribua a areia e nivele a superfície. É o momento de colocar a forma. Encha com água e nas margens junte terra. Pode rematar a toda à volta com pedras.

2 Outra possibilidade é traçar a forma do lago, por exemplo com a ajuda da mangueira, faça um buraco e nivele-o. Cortar a tela com 30 cm a mais, colocar areia no fundo, forrá-lo e às bordas com tela de plástico. A tela deve estender-se para fora do lago, encher com água, rematar com pedras e cortar a tela em excesso a toda a volta.
Localização
Criar harmonia com o ambiente à volta é fundamental. O local deve ser solarengo longe de árvores caducas, é o melhor para as plantas aquáticas. Evitar as zonas muito protegidas e frias.
Musicalidade
Para inserir som e movimento na água existem soluções no mercado, nomeadamente bombas de circulação, que possibilitam ter pequenas fontes ou cascatas.
Plantas
Plantas aquáticas são muito importantes porque mantêm a água limpa, transportam oxigénio e trazem sombra à superfície travando assim o desenvolvimento de algas. Se tiver peixes tanto melhor porque comem as algas e pequenos organismos.

Estação a Estação
Na Primavera
Controlar as algas
Antes do crescimento das plantas aquáticas verifique se a quantidade de algas é excessiva. Em caso de infestação tem que secar o lago e limpá-lo
No Verão
Se o nível da água descer mais de 3 cm deve acrescentar água para as plantas e os peixes não se ressentirem.
No Outono
Se a água tiver lama retire os peixes, seque o lago, retire o lixo e limpe as paredes com uma escova. Encha de água sem cloro volte a colocar os peixes
Deve retirar do lago folhas que caiam na água dado que quando se depositam no fundo libertam gases nocivos para os seres vivos que ai se encontram.

Manutenção
Um lago cheio automaticamente fica repleto de algas que se alimentam dos abundantes minerais que ai se encontram. Uma vez consumidos e com a introdução de peixes e plantas as algas desaparecem.

As plantas aquáticas devem ser divididas após algum tempo. A altura ideal para esta operação é no início da Primavera
Mantendo a planta dentro de água separe os pés radiculares e volte a plantar as partes que têm raízes e folhas bem desenvolvidas.
Os nenúfares são as plantas de eleição para estarem dentro de água, o ideal é no mesmo lago criar várias profundidades, no caso concreto do nenúfar precisa de estar fixo em substrato no fundo do lago. Nas margens os papiros e os juncos são excelentes soluções.
Os animais a colocar podem ser tartarugas, rãs e peixes. Todos estão disponíveis nas lojas da especialidade onde pode obter toda a informação para o bem estar destes pequenos seres.

Fotografias Pixbay

A REDACÇÃO do Portal do Jardim.com, conjuntamente com todos os seus contribuidores, prepara artigos e notícias do seu interesse, mantendo-o ao corrente do que se passa sobre o Jardim, em Portugal e no Mundo.

Tags:

Talvez goste deste artigo

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo