A CARREGAR

Type to search

Jardins Abertos 25 e 26 de Julho

Terminado o primeiro fim de semana do festival Jardins Abertos, restam ainda dois dias para aproveitar a frescura e a sombra dos jardins da cidade de Lisboa. Para o último fim semana destacamos jardins inéditos como os Jardins do CCB, o Jardim do Palacete de São Bento, o Parque Ribeirinho Oriente e os Jardins do Campus da Fundação EDP.
Este ano as circunstâncias mudaram, mas a primavera não foi cancelada. Assim, inserida na programação da Lisboa Capital Verde Europeia, esta edição do Jardins Abertos chega ao fim nos dias 25/26 de julho, em formato presencial e virtual.
O formato virtual é um inédito desta edição e surge com a premissa de levar os jardim até à casa de todos. O Jardins Abertos tem agora um canal de YouTube onde é possível encontrar coleções de vídeos de várias temáticas associadas ao jardim: oficinas de jardinagem, tours de plantas por jardineiros urbanos e visitas guiadas com vários protagonistas, como embaixadores, arquitetos e guias de jardins. Algumas destas coleções incluem também sessões de esclarecimentos em direto com os intervenientes através do Instagram.
Nesta edição, destacam-se três exposições em torno da natureza, da ecologia e dos jardins. Uma delas é sobre plantas espontâneas e estará espalhada pelos mupis da cidade de Lisboa #NãoHáErvasDaninhas.
Prestando auxílio a todos os plant killers, a Limbo Shop associa-se ao Jardins Abertos e estará aberta ao longo do último fim de semana da edição, com um Consultório de Plantas, preparada para receber todas as dúvidas verdes e plantas em sofrimento.
A 5.ª edição do festival Jardins Abertos encerra com um mercado ao ar livre no Jardim do Príncipe Real, no domingo, dia 26 de julho.

Tags:

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ir para o topo